O valor da geração X para o e-commerce brasileiro

Pesquisa elaborada pela área de Pesquisa e Inteligência de Mercado do grupo Abril traz um olhar inédito para o marketing digital sobre a Geração X, que representa, aproximadamente, as pessoas com idade entre 35 e 54 anos.

Segundo o estudo, esse ainda é o público que mais consome, embora grande parte da publicidade das empresas seja focada nos Millennials.

Segundo os números, o X representa hoje aproximadamente ¼ da população e é responsável por mais da metade da renda gerada no país e com um uso diário de e-mail na faixa de 94%.

O uso de ferramentas de marketing digital tornam-se uma excelente oportunidade para segmentar e personalizar o conteúdo para que o retorno financeiro sobre este público extremamente representativo seja o melhor possível.

infográfico geração X

O que define a Geração X

É uma geração multiplataforma: que ainda transita entre a mídia on e offline. É por isso, por exemplo, que uma boa estratégia de marketing B2B não pode deixar de lado as táticas que envolvam PR e imprensa;

É uma geração racional: os profissionais da geração X já alcançaram um nível de maturidade suficiente para racionalizar antes de tomar qualquer decisão emocional. Ou seja: apelar somente para suas dores sem deixar como você pode resolvê-las não adianta;

É uma geração que não está preocupada em comprar bandeiras: sendo uma geração mais racional, as empresas precisam ter cada vez mais foco em prover informações relevantes, que deem subsídios racionais ao tomador de decisão. Da mesma maneira, o conteúdo é importante, e altamente relevante.

É uma geração que prefere pensar por si: quanto mais informações que ajudem esses profissionais a refletir sobre aquilo que está sendo proposto, mais perto você está de conquistar sua confiança.

Algumas dicas para atingir o coração e o bolso do “X” segundo o estudo

• Estética, símbolos e contexto são imprescindíveis
• Represente-o de fato: nem mais novo, nem com mais cabelo ou menos barriga
• Geração multiplataforma: os X construiu a ponte entre o on e o off-line
• A razão tem destaque na equação entre o racional e o emocional
• Mais sobre o produto, menos sobre o propósito
• Família: um clichê que dá certo
• Conteúdo é sempre bem-vindo
• Quebre paradigmas sem apelar para estereótipos
• Reflexão: ajude-o a refletir e o conquistará
• Cuidado com as generalizações ao utilizar um target baseado apenas em demografia

 

Criado originalmente para publicação em parceria com o  site Profissional de ecommerce

Deixe uma resposta